6 de fev de 2010

Porque gosto de praia?

Nunca pensei a fundo, porque gosto tanto de ir à praia.
Gosto e pronto seria a resposta mais fácil e simples, porém, duas coisas estão bem claras.

Ir à praia me traz esperança.
Assim como uma onda quebra após a outra
Acredito que as oportunidades da vida vem uma após a outra.
A relação aparentemente não é tão simples, por isso, vou explicar.
Eu mesmo e muitas pessoas quando estão dentro do mar buscam a onda perfeita. Para os surfistas a onda perfeita é aquela em que conseguem surfar sobre ela. Para o simples banhista o ápice do pegar onda é o momento em que você desce com a onda ou principalmente quando se chega à onda antes da quebra.
O ato de pegar a onda antes dela quebrar é o que mais gosto de ver e fazer na praia!
E é isto que devemos fazer na vida em relação às oportunidades. Temos que nos posicionar bem para que no momento que elas aparecem possamos pegar a oportunidade antes que ela quebre e vire apenas um turbilhão.Em outros casos, nos adiantamos tanto, tão ansiosamente, e nem turbilhão pegamos.... no máximo, se estivermos com a famosa água acima do umbigo, ficaremos em área onde não os pés não alcançam o chão.
Enfim, não é fácil pegar ondas, como não é fácil aproveitar oportunidades na vida.

Mas acho que viajei demais na análise e não falei de outras coisas que tanto amo na praia.

No inicio da noite o clima nas praias é romântico.
Ouvir o som do mar a quebrar
E ver casais juntinhos a caminhar
É capaz de fazer sonhos de amor despertar.

Bem, vou parando por aqui, mas vou pensando em outras coisas que gosto Na Praia (lembrei do livro de mesmo nome do Ian McEwan, sensacional como o mar!)

William - Guarujá - Pitangueiras

Um comentário:

Renata Torres disse...

Muito bom seu texto Will, boa análise!
Abraço