8 de fev de 2010

Mais política! Que droga!

Não consigo ficar quieto quando leio coisas como essas:

"O curioso é que o PT não se deu bem com aquele MDB doutrinário, coerente e programático, mas se dá muito bem com o PMDB de Michel Temer, que vende até a mãe"

O autor da frase acima é o historiador (e tucano) Marco Antônio Villa.

Antes de começar a dizer o quero, tenho que deixar claro que concordo com ele.

Mas acrescento que ele se esqueceu de dizer que o PSDB, antiga banda doutrinária, coerente e programática, se dá muito bem com o ex-governador Orestes Quércia (do mesmo PMDB mas de outra ala paulista), criatura política que, em minha modesta opinião, é de extirpe muito pior que a do Michel Temer, pois vende não só a mãe, mas como um Fausto pós-moderno, vende mas a sua própria alma para ser senador!

Fico fulo com a crítica feita olhando só para um lado e não todos!

Nenhum comentário: