3 de jun de 2007

Um comentário alheio...

Recebi essa poesia e não poderia deixar de postá-la aqui.

Ela representa um pouco a mim mesmo. Incrível como a pessoa conseguiu me desvendar me conhecendo tão pouco.....

Por: uma amizade

Pois é, tudo muda
Antes suas poesias podiam ser lidas lá no seu perfil.
Agora será que quem as quiser ler

Tem que primeiro aprender a compreender e
valorizar este idioma tão complexo e subliminar que é a ausência de palavras...
Tem que te dar as asas que as falas inaudíveis precisam para se expressar...
Tem que aprender a correr para o desconhecido
em aventura, em risco, em velocidade alucinante e sem nenhum freio ou bloqueio...

Se deixando chocar contra devaneios
que certamente estarão presentes nestas linhas em algum lugar escritas.

Quem quiser lê-las vai precisar subir ao altar do sacrifico e ali se derramar, sem expectativa de retornar,
pois foi neste mesmo altar que elas foram escritas, com lágrimas
Derramadas no momento em que pra conquistar teu bem maior,
foi preciso o altar consumir... teu bem querer....

Nenhum comentário: