20 de abr de 2012

Monteiro Lobato e o Futebol


O Monteiro Lobato era uma figura.
Passando a limpo a coleção dele por aqui, cheguei ao livro "Literatura do minarete" e fui dar uma olhada em um artigo dele sobre FUTEBOL.
O primeiro paragrafo parece com os dias atuais: garotos deixam de estudar para jogarem e viram os burraldos que conhecemos.
No segundo paragrafo, o Lobato destila seu furor contra vários profissionais que até hoje em dia continuamos a odiar.
Vale a pena lê-lo!

"É uma perspectiva altamente consoladora. É o verdadeiro caminho. É continuando nêle que poderemos no futuro ser alguma coisa. É dando chutes aos 4 anos, marretadas aos 6, fugindo ao matadouro-escola aos 8, que aos 20 anos um homem encontra apto para o "steaple-chaise do struggle for life".
E é dessa raça de gente que precisamos. Menos bacharéis, menos parasitas, menos coronéis, menos deputados, menos promotores, menos esfria-verrumas, e mais "struggle for life", mais "homens", mais fibra, mais glóbulos de ferro no sangue, para que um Camilo C. Branco do futuro não venha repetir que tem nas veias um sangue podre e dentro dos ossos farinha de mandioca".

Nenhum comentário: