29 de mai de 2007

JÁ ME MATEI... (Paulo Leminski)

Já me matei faz muito tempo
me matei quando o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de semprenunca mesmo o sempre passo
morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulsoe clareia a alma
morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma


JÁ ME MATEI... (William Okubo)

Já me matei algumas vezes
tentei descompassar meu coração
de fato, muitas vezes ele parou
mas retornou a bater várias vezes

Tentei não sentir o que queria
mas voltei a sentir
tentei não desejar o que desejava
mas ainda sinto

E mais uma vez tento
buscar a paz que não vai com o vento
mais uma vez me mato
buscando a paz que vem do dentro

Senhor, é você que quero vivendo
é tua paz que quero em mim
Teu coração em mim batendo
Tua graça me acalmando, enfim!

Nenhum comentário: